Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6

---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

Desenvolvimento
Estudantes do Jovem Talento têm 30 horas para solucionar desafios

Publicado em 23/08/2018 às 11:57 - Atualizado em 23/09/2019 às 13:34


Créditos: Daniel Rufatto Baixar Imagem

Largada do Grand Prix Senai de Inovação, em São João Batista, aconteceu na manhã desta quinta (23)

 

Trinta horas para apresentar soluções para um desafio proposto pelo poder público e outro pela iniciativa privada. Esta é a tarefa dos estudantes do programa Jovem Talento no Grand Prix Senai de Inovação. Voltada aos alunos do Ensino Médio, a largada da competição foi dada na manhã desta quinta (23), em cerimônia realizada no auditório do Senai em São João Batista.

Os participantes do programa foram divididos em três “escuderias”: O Poderoso Cineminha (equipe amarela), Cheirinho de Pipoca (equipe vermelha) e Venha Para o Lado Fofinho da Força (equipe roxa). O desafio relativo ao poder público foi proposto pela Secretaria Municipal de Infraestrutura e consiste em conectar as demandas da comunidade à rotina de trabalhos da pasta.

Já o desafio da iniciativa privada foi apresentada pela empresa Di Valentini, apoiadora do Grand Prix, e é relacionado à melhoria da logística na entrega de componentes. As soluções para cada um dos desafios deverá ser apresentada na sexta (24), às 18h, também no auditório do Senai/SJB, em formato de Elevator Pitch. Os trabalhos serão avaliados por uma banca formada por quatro pessoas.

“São desafios reais, que, se fossem fáceis, já estariam resolvidos”, destaca Ricardo Anzolin, gerente técnico de Educação e Tecnologia – Região Sudeste do Senai/SC. A competição marca o encerramento da primeira edição do programa Jovem Talento, que, desenvolvido em parceria entre o Senai e a prefeitura de São João Batista, trouxe uma proposta inédita para Santa Catarina.

Com aulas no contraturno escolar, os estudantes foram instigados a desenvolver uma série de habilidades profissionais com foco em empreendedorismo e inovação. Introdução à Programação, Robótica e Desenvolvimento de Calçados, além da criação de uma Miniempresa, foram alguns dos módulos integrantes da grade curricular. O programa foi desenvolvido tanto com alunos do Ensino Fundamental como do Médio.

“Acreditar no potencial dos nossos jovens é a essência deste projeto. Queremos que isso se transforme em sucesso para a vida deles e também para a cidade”, comenta o prefeito Daniel Netto Cândido. Conforme ele destaca, pelos bons resultados obtidos ao longo do semestre, a ideia é que o Jovem Talento em breve ganhe uma segunda edição.