Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6

---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

Assistência
São João Batista terá curso livre voltado a idosos

Publicado em 18/12/2019 às 14:23 - Atualizado em 18/12/2019 às 14:23

Denominada “Mais Idoso”, iniciativa foi lançada na tarde desta quarta (18) pela Secretaria Municipal de Assistência Social

 

Mais uma política pública voltada à qualidade de vida dos idosos de São João Batista foi lançada nesta quarta (18) pela administração municipal, por meio da secretaria de Assistência Social. Trata-se do Curso Livre “Mais Idoso”, que será dividido em quatro módulos e terá encontros semanais.

A principal meta da iniciativa é promover o envelhecimento saudável das pessoas com mais de 60 anos, viabilizando o desenvolvimento de novas potencialidades e oportunidades. O incentivo à integração social, cultural, educativa e econômica dos participantes também está entre os objetivos.

“Os idosos de hoje estão motivados, com o desejo de conhecer coisas novas, contribuir para a sociedade. Mas, acima de tudo, estão preocupados com o seu bem-estar, em melhorar sua qualidade de vida, por meio de um constante aprendizado. É por isso, que, cada vez mais, temos promovido ações com este foco“, salienta o prefeito Daniel Netto Cândido.

Já a responsável pela pasta municipal de Assistência Social, Rosane Sartori Rosa, informa que as inscrições serão abertas em março, sendo disponibilizadas inicialmente 30 vagas. O primeiro módulo abordará temas como Reeducação Financeira/Economia do Cotidiano, Imagem/Cuidados Pessoais e Saúde Integrativa/Qualidade de Vida, além de promover atividades funcionais e oficina de memórias.

“Todo o curso está sendo pensado para, de fato, atender as necessidades e os anseios dos idosos. As atividades serão desenvolvidas por voluntários e profissionais que já integram o nosso quadro de servidores. É um programa inovador que, certamente, gerará reflexos positivos na vida dos participantes”, comenta a secretária, destacando que a realização da capacitação foi aprovada previamente pelo Conselho Municipal de Direitos da Pessoa Idosa.