Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6

---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

Saúde
Secretaria de Saúde de SJB inicia aplicação de terceiras doses em idosos com 80 anos ou mais

Publicado em 09/09/2021 às 16:53 - Atualizado em 09/09/2021 às 17:23

Reforço da vacina é disponibilizado para pessoas desta faixa etária que receberam a segunda dose imunizante há mais de seis meses

 

A Secretaria Municipal de Saúde de São João Batista comunica que já está disponível a aplicação de doses de reforço em idosos com 80 anos ou mais. A terceira dose pode ser recebida apenas por pessoas que tomaram a segunda dose há mais de seis meses.

O imunizante é oferecido no Centro Municipal de Convivência do Idoso (atrás do Sesc), de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 13h30, e nas terças e quintas-feiras, das 17h às 19h30. É necessário levar documento de identidade com foto, Cartão do SUS (ou CPF) e Carteirinha de Vacinação (se tiver).

A partir da próxima semana, equipes da Saúde da Família também visitarão os integrantes do público-alvo nas residências para explicar a necessidade do reforço e aplicar as terceiras doses. À medida que o município receba novas remessas de vacina, a aplicação de terceiras doses será estendida para idosos com 70 anos ou mais. Assim que estiverem definidas, as datas serão divulgadas no site e nas redes sociais da Prefeitura Municipal de São João Batista.

 

Vacinação em adolescentes

Segue disponível também a vacinação para adolescentes com 16 e 17 anos. E, também, para integrantes de grupos de risco com idade entre 12 e 17 anos. Para receber as doses, é necessário apresentar Termo de Assentimento assinado por um responsável legal (disponível na Galeria de Arquivos desta notícia ou diretamente no local de vacinação). Também é preciso levar documento de identidade com foto, Cartão do SUS (ou CPF) e Carteirinha de Vacinação (se tiver).

 

Demais grupos

A Secretaria Municipal de Saúde esclarece, ainda, que a vacinação segue disponível para pessoas com 18 ou mais. E reforça a importância da segunda dose para completar o ciclo de imunização, que é a maneira mais eficaz para diminuir o número de contágios e de casos graves da doença.